Sarney absolvido pelo Conselho de Ética (?)




















(G1) O Senado arquivou hoje (19 de Agosto, dia memorável
para a petralhada), todas as 11 denúncias
contra o presidente da Casa,
José Sarney, em uma sessão na qual o PT admitiu ter recebido
pressões do Governo para apoiar essa decisão.

O PMDB e o PT deram hoje nove votos a favor de arquivar as
denúncias, contra os seis do PSDB e do DEM.

As 11 denúncias contra Sarney já tinham sido rejeitadas na
semana passada, mas a oposição recorreu e o Conselho de Ética
do Senado deveria decidir hoje se arquivava definitivamente
todas as ações ou se dava prosseguimento a alguma delas.

Antes da apreciação, o chefe da bancada do PT, Aloizio Mercadante,
leu uma carta do presidente do partido, Ricardo Berzoini, na qual
pedia aos senadores petistas para votar a favor do arquivamento
das denúncias.

“Oriento os senadores do PT que fazem parte do Conselho de Ética
que votem pela manutenção do arquivamento das representações em
relação aos senadores representados, como forma de repelir essa
tática política da oposição, que deseja estabelecer um ambiente
de conflito e confusão política”, diz a nota.

Mercadante esclareceu que essa não era sua “posição pessoal” e
lembrou que chegou a pedir a renúncia de Sarney à Presidência
do Senado, assim como fizeram muitos dos parlamentares do PT.

O político, porém, disse que se viu obrigado a “considerar a
posição do Governo”, que pediu aos senadores petistas para
apoiar Sarney, que era acusado de tráfico de influência e
fraude fiscal, entre outros assuntos.

O senador Sergio Guerra, presidente do PSDB, disse que o PT
demonstrou nessa sessão sua “falta de coerência” e também
deixou claro a “interferência” do Governo em assuntos
exclusivos do Legislativo.

Já Demóstenes Torres (DEM-GO) considerou que o PT “decidiu
arquivar todos os seus sonhos de juventude para se submeter
à corrupção no poder”.

O senador Pedro Simón (PMDB-RS) disse que os votos do PT
em favor de que “não se investigue nada” são “uma vergonha”
para o partido.

Mercadante,chegou a anunciar que renunciaria à liderança no
Senado,mas logo voltou atrás, após uma conversa com o
seu chefe Lulla.
Jogada de marqueteiro de terceira categoria,apenas para tentar
se isentar junto aos seus eleitores,muitos não petistas que
viram nele uma figura séria.
Devem estar se remoendo e querendo rasgar o titulo,
diz Tia Cotinha.
Lembrando que o senador A.Mercadante, seu secretário, e o
assessor do irmão de José Genoino levava milhares de doláres
escondidos na cueca, para comprar um falso dossiê que poderia
prejudicar a campanha de José Serra (PSDB) ao governo do Estado
em favor da candidatura de Aloizio Mercadante (PT),
cujo principal assessor estava junto com o dinheiro e os
chamados aloprados (amigos de Lula que atuavam no jogo sujo
das eleições patrocinado pelo PT.
O senador também não sabia de nada!

Tio Joaquim Manoel (Tio Jô para a familia),ressalta que o senador
Paulo Duque, presidente do conselho de ética ou melhor sem ética,
sempre cantou a bola que nunca iria condenar Sarney.Esta figuraça
com quase oitenta anos, gágá, nunca recebeu um votinho siquer para
ser senador.Coisas da politica brasileira!!!
De nobre este fanfarrão só tem mesmo o nome.Está mais para"bufão"
- bobo da côrte -.
Até o porteiro do prédio onde ele mora, afirmou detestá-lo!
-Pô Tio eu num queria nunca que esse coroa fosse meu vô!
-Tá certo Maikinho, não queira nunca.Nada de se orgulhar de uma
figura assim.Entrará na história da corrupção como "o sem ética".


Toda esta corrupção emana de um só lugar.
Nunca tivemos um governo tão corrupto.
Triste história estão escrevendo para nosso país.
Tia Cotinha lembra a recente defesa de Lulla, quando bradou que
este homem (Sarney) tem curriculo e precisa ser respeitado.
Ou seja o Zé, que se dane, a justiça não foi feita prá todos.
Pelo menos neste desgoverno sem ordem moral e ética.
-Cotinha é bom lembrar que o Lulla cansou de atacar o Sarney,
chamou ele de tudo!!!
-É Jô,mas era outro Lulla, era oposição,bastou tomar o governo
e se revelou o pior de todos.
-E o Collor com aquela cara de "doidão" defendendo o Sarney
junto com o Renan e Lulla? Logo ele que também chamou o Sarney

..."o maior ladrão deste país, velhote fdp,corrupto...

-Cotinha dá vontade de rasgar o nosso titulo de eleitor.
-Não faça isso não, é só não votar nesta canalhada.
Não vamos enlamear a nossa nação votando em corruptos.