Santos,jogadores sem solidariedade e amor ao próximo













O jovem goleiro Felipe com a "menina" Pita .
-Maikinho é um garoto fanático pelo Santos,
apesar da pouca idade,já viveu muitos momentos
de tristeza,alegria (um pouco menos),
euforia,vibração.Já brigou,
apanhou,bateu,tudo pela sua paixão
futebolistica,o Santos FC.
Vive eufórico com a campanha do seu
time de coração.
No entanto está profundamente triste,
abatido e revoltado com o comportamento,
fora de campo de alguns dos jogadores
do seu "Peixe".
A convite do presidente do clube,Luis
Álvaro,que conhece bem o trabalho
realizado pela instituição,o ônibus
Baleia 77,levou os jogadores até ao
Lar Espírita Mensageiros da Luz,na
quinta-feira (dia 1º).
A entidade,que dá assistência a 37
crianças portadoras de paralisia cerebral
grave,recebeu a doação de ovos de
Páscoa,cuja venda terá valor revertido
para a manutenção do trabalho assistencial.
Uma ação de "marketing" do clube.

Desceram do ônibus,11 atletas:
Felipe,Wladimir,Edu Dracena,Zé Eduardo,
Arouca,Pará,Gil,Maikon Leite,
Breitner,Zezinho e Wesley.
O presidente,já se encontrava no local,
acompanhado de vários diretores,
inclusive Edinho,filho de Pelé.
O técnico Dorival Jr,chegou junto com
os jogadores.
Negaram-se a descer entre outros,
Robinho,Paulo
Ganso,Neymar,Fábio Costa.
O evangélico Roberto Brum,ao saber que
era uma entidade espirita,negou-se a
embarcar.
Paulo Ganso,foi chamado,chegou a descer,
mas voltou para o ônibus,onde faziam
uma batucada.
A imprensa estava no local.
Os jogadores que entraram se emocionaram,
muitos chegaram ás lágrimas como foi
o caso do goleiro Felipe e Edu Dracena.
O atacante Maikon Leite deu atenção
especial a dois pacientes.Primeiro,
brincou com uma bola com o garoto Thiago,
de 7 anos.Depois, conversou com Pita,
uma paciente de 46 anos.
Cantou com ela toda a primeira parte
do hino do Peixe.Só não esperava pelo
final.Após cantar,Pita disse que o
coração dela era corintiano,o que
provocou muitas risadas no local.
-Não,isso não,pelo amor de Deus.
Tem de torcer pelo Santos
-afirmou o atacante, rindo.
Depois ele resumiu a visita.
-Não tenho palavras.A alegria dessas
pessoas é algo que te contagia,
que te ilumina. Vou guardar tudo que
vi aqui com muito carinho –
concluiu o jogador.
-O zagueiro Edu Dracena seguiu
pela mesma linha de raciocínio.
-Não tem preço o que a gente viu
aqui.A gente fica reclamando de
problemas bobos e quando vê o que
é feito aqui,vê como pensamos pequeno
afirmou o zagueiro Edu Dracena.

-O goleiro Felipe foi outro que
precisou segurar aslágrimas.
-Não tem como não se emocionar.
Essas pessoas são lutadoras e
merecem tudo de bom da vida.
Ressaltou o atual titular da meta.

O treinador do Santos,Dorival Jr.disse:
-A situação,não agradou ninguém,e não
foi diferente comigo.
Mas preciso respeitar a posição de
cada um dos jogadores.
Deixei claro que era uma atividade
paralela e não fazia parte das
atividades do clube,e não era
obrigatória a presença de
todos.Era pra ser algo fraterno,
buscando uma troca com aquelas
crianças que têm muito mais para
nos ensinar do que temos para
lhes oferecer.Ainda não sabemos ao
certo porque alguns dos jogadores
do Santos não desceram do ônibus,
mas suponhamos que seja pelo
fato de religiões,Roberto Brum
é evangélico e decidiu nem entrar
no ônibus para ir ao evento,ele
teve uma atitude firme ao
contrário de alguns de seus parceiros
de clube.O técnico alvinegro também
foi firme e disse:
-Respeito à posição dos jogadores,e
obviamente não comungo.
A intenção era mostrarmos o
trabalho da casa e as necessidades
que eles passam.O recado foi dado.
A posição dos jogadores é difícil
de entender,não sei os motivos reais
para essa decisão deles.

-O presidente,Luis Álvaro com os
olhos lacrimejantes,visivelmente
constangido,preferiu ficar em silêncio.
Mais tarde falou que não era obrigatório.

-Maikinho conta que no seu colégio,
os alunos debateram o assunto e todos,
criticaram os jogadores.Demonstaram
falta de solidariedade e amor ao próximo
e em plena Semana Santa.
Alegaram uma "questão religiosa", a
maioria do elenco é "evangélica",alguns
declararam que pensaram que
"poderia ter alguma atividade
espirita no local".

-Mas tio Jô,sócio benemérito,sabe
que não foi bem isso.
Para alguns que ficaram,foi preconceito
religioso,outros foi uma atitude
covarde prefiriram não ver essas
coisas,para outros um ato de rebeldia
contra a direção,pelo suposto atraso
no pagamento dos "direitos de imagem".
Acabaram sujando a imagem deles,
o Santos, perde prestigio junto a
seus patrocinadores e nas ações de
"marketing".

-Maikinho,gosta de ver a molecada
jogar,mas nunca serão seus ídolos.
-Tá certo garoto,Robinho não é exemplo
prá ninguém.
(Vide postagem abaixo).

-Tia Cotinha que assistiu ás matérias
na mídia,confessou amargurada:
esses meninos,só pensam em carrões,
pulseiras e cordões de ouro,cabelos
com cortes extravagantes,mas debaixo
deles só tem merda!